UM ANO TERMINA E O OUTRO...

Palácio dos Ferroviários. Foto: Alessandre Campos. @ 2008.

Fim. Passou mais um ano na vida de cada um de nós.

Dezembro o mês do peru, do pernil, da uva, do vinho, do natal, dos presentes, do réveillon, dos fogos de artifício, da despedida, da tristeza, da alegria, das lembranças, do show do Roberto Carlos na Rede Globo, enfim, cada um vivencia este mês de acordo com sua sensibilidade.
Mas, o que tem este mês que faz com que as pessoas, até mesmo as mais duras, se sensibilizam e deixam correr por sua face uma lágrima solitária?

Como esse espectro vibracional do mês de dezembro implica no comportamento das pessoas?

No mês de dezembro, dentre vários acontecimentos, também ocorrem às previsões para o ano seguinte, tais como: uma grande personalidade brasileira morre; um grande terremoto ocorrerá em uma grande cidade mundial; novos vírus (programas espiões) são encontrados no Orkut; os Estados Unidos invadirão países inimigos em nome da paz mundial; a seleção brasileira se classificará para a copa do mundo; o Corinthians será campeão brasileiro de 2009 e o Vasco da Gama voltará para a série A do campeonato brasileiro, este blog chegará à marca de 1.000.000 de acessos individuais; o SBT não mudará seus programas de horário, enfim, tem previsão para todos os gostos, raças, classes sociais, profissões, signos zodiacais...

Muitos acreditam em previsões, outros mais ou menos, alguns dizem que não acreditam, mas... a curiosidade por saber algo relacionado ao amanhã está presente no âmago do ser mais cético do planeta.

Este mês, também, desperta os desejos, ou seja, reflexos instintivos, inconscientes para realizar algo. É muito comum em dezembro as pessoas se despertarem para ajudar o próximo ou o planeta: lavar a louça para a esposa no dia de natal; vestir de papai Noel e doar brinquedos para as crianças; ajudar a idosa a atravessar a rua; organizar o mutirão de limpeza do Córrego Brejo Alegre. Estas pessoas têm o desejo, mas será que tem a vontade?

A vontade é potencializar o desejo, torná-lo real com inteligência. Você tem desejo ou vontade? Pouquíssimas pessoas têm vontade. Uma dessas pessoas, diz à história que ela nasceu em dezembro, além de desejo, também, tinha e tem vontade. É o principal aniversariante do mês: Jesus Cristo. Ele nos ensinou a ter a essência do desejo do bem. Mas, só o desejo não basta, precisa despojar-se dos preconceitos e ter a vontade da prática do bem. Desejo é a necessidade, o combustível. Vontade é o motor, o que impulsiona para a prática, para a realização.

Enquanto muitos se impulsionam e se direcionam por meio das previsões ou das ilusões, ou seja, pelos desejos, outras pessoas se impulsionam pela sabedoria, pela fé raciocinada, pela vontade. O que irá diferenciar um ato do outro é o grau de evolução daquele que pratica.

O que muda do dia 31 de dezembro para o dia 1° de janeiro? Do ponto de vista lógico, nada muda, ou seja, um dia “termina” e “começa” outro. Porém, do ponto de vista, psicológico, o ato de mudar de ano desperta, tanto o desejo, quanto a vontade de que tudo será melhor no ano novo. Para que isso ocorra só depende de você, da sua vontade.

Como você analisa o ano de 2008 para sua vida? Foi um ano que tudo ficou na mesma, nada se realizou como você queria, ou seja, seus objetivos não saíram do campo do desejo; ou tudo foi maravilhoso, você alcançou tudo àquilo que planejou e sua vontade foi colocada em prática?
E em 2009, tenho certeza que será muito melhor ainda, pois sua vontade será de realizações, de sucesso e prosperidade, principalmente espiritual.

"É durante as fases de maior adversidade que surgem as grandes oportunidades de se fazer o bem a si mesmo e aos outros". (Dalai Lama).

video

Comentários

  1. Parabéns caro Dr. Alessandre por nos levar a uma retrospectiva realista e também saudosa.
    Tudo o relatado é uma realidade. Foi muito feliz e redigir o texto.
    Gostei muito da lembrança do Rei, Roberto Carlos, assim como das previsões.
    Leitura suave e atrativa.
    Um abraço.
    Peron Erbetta

    ResponderExcluir
  2. Dr. Alessandre.
    Lemos sua matéria e gostamos muito.
    Fizemos uma bela viagem nela.
    Seus prognósticos, assim como o relato do que vivenciamos em um final de ano, foram perfeitos.
    Gostamos muito do Rei ser lembrado: Roberto Carlos.
    As reflexões estao retratando uma realidade a se realizar. Basta esperarmos pelo 2009.
    Enfim, continue a nos brindar com peças de arquitetura como a que usou nesta despedida de ano.
    Abraços,
    Peron e Terezinha.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários Moderados.
Só serão publicados após aprovação do editor do blog.
Não serão publicados comentários de Anônimos, fora do contexto da postagem ou que utilizam de linguagem inadequada.

Postagens mais visitadas deste blog

Patrimônio Cultural Imaterial e Material

As vantagens do calçamento de pedras

Crescimento x Desenvolvimento