Sentimento de perda


Por algum tempo, depois de uma perda (não pela morte), continua-se acreditando que há volta. No decorrer do tempo vai-se deparando com certas situações que abalam ainda mais a confiança e a esperança de que isso ocorra. No momento em que a realidade se apresenta com mais força e em sua plenitude, o vazio interior toma conta e as convicções anteriores vão se desfalecendo, assim se vão o ânimo, o alento e não faz mais sentido seguir.

Este momento de luto emocional dura o período necessário para o entendimento e a aceitação da realidade que a cada dia se torna mais dolorosa e o caminhar uma "via crucis" para o calvário interior. Neste ponto, entregar-se a sintonia dos maus pensamentos, da angústia, do desespero e de tantos outras mazelas provocará, agora, com muito mais gravidade, a PERDA DE SI MESMO.

Ninguém poderá amar o próximo se não tiver por si mesmo esse amor. É um ato de lógica compartilhada. Aquele(a) que sabe amar a si mesmo emite a frequência do amor e somente aquele(a) que tem o amor em si mesmo irá receber e permitir essa sintonia fazer parte de si. O segredo é a Lei da atração, ou seja, tudo aquilo que se quer ter, primeiro tem que habitar, em forma de vontade no ser receptor para que o universo conspire e seja o campo magnético emissor desse desejo.

Muitos dizem que o tempo cura tudo. Não é o tempo que cura, mas sim, o entendimento que se tem sobre as causas da perda. O período de tempo para que isso ocorra é relativo de caso para caso. Não existe mágica neste processo de cura interior. Cada um passará a recebê-la no momento em que se dispuser a atraí-la.

Aproveite a oportunidade de viver esse "luto" para reorganizar as ideias e os ideais. Um bom exercício para isso é o relaxamento mental. Primeiro fique pelo menos um minuto sem permitir que nenhum pensamento se manifeste. Em seguida, sente-se em posição confortável, feche os olhos e ouça o que chega no seu pensamento. Você terá surpresas nunca imaginadas. Muitas informações são lançadas pelo meio externo (forças do universo) e pelo meio interno (seu estado de espírito). Como esses pensamentos se tornam uma avalanche de informações na sua mente este é o momento para iniciar a filtragem e a limpeza mental.

Essa limpeza mental depende da sintonia que pretende receber e emitir. Neste momento entra em ação o livre-arbítrio e as decisões são tomadas conforme seu estágio evolutivo. Uns vão querer a vingança, o ódio, a ira (ações inferiores) outros vão querer a verdade, o amor, a paz (ações altruístas).

Esteja convicto que irá atrair para si apenas aquilo que sintonizar, portanto, o AMOR A SI MESMO irá permitir que sintonize o amor universal, o amor ao próximo e, se for seu caso, o amor conjugal. É sempre importante ressaltar que a PROSPERIDADE ESPIRITUAL é a mola propulsora para se obter a prosperidade material.

A ausência de "AMOR A SI MESMO"  e de "PROSPERIDADE ESPIRITUAL" são as causas da PERDA DE SI MESMO e de todas as perdas materiais, pessoais e amorosas no decorrer do caminho. Aproveite as dificuldades para alicerçar novas oportunidades.

Alessandre Humberto de Campos com assessoria espiritual.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Patrimônio Cultural Imaterial e Material

As vantagens do calçamento de pedras

Crescimento x Desenvolvimento