Conhecer para não (re)eleger

Infelizmente os governos esquecem que quando se ganha uma eleição HERDA-SE as verbas, as obras, as licitações, os ônus e os bônus e nem tudo é culpa da oposição.

O grande mal que se comete, politicamente, um governo é esquecer tudo aquilo que foi realizado pelas gestões passadas, colocando uma pedra em cima e considerando apenas o período que estão no poder.

Administração pública correta não se esquece o passado, pois a Prefeitura ou o Município não acaba de 4 em 4 anos, portanto tudo aquilo que foi feito no passado é de responsabilidade, também, da atual gestão.


Araguari sempre foi administrada de forma amadora por políticos profissionais. Vereadores se reelegem "eternamente" e nunca largam o osso. Gostaria de saber como conseguem esse feito tendo em vista o trabalho pífio que exercem em suas legislaturas.

"Viver aqui é bom demais!". "Transformando oportunidades em potencialidades". "Novo Modelo de Administração". Todos estes, entre outros, são slogans de governos que passaram por Araguari e tais afirmativas não condizem com o trabalho desempenhado.

Governos que nunca tiveram planejamento. Sonham numa noite e querem concretizar suas fantasias políticas quando acordam. O Plano de Governo de cada um destes é aquilo que os radialista impõem. Isso ocorre desde o tempo do Luiz Roberto Alessi. Caso o Prefeito não fizesse o que ele pedia, emburrava e malhava o dito cujo em seu programa de rádio. Hoje este trabalho é exercido por outros radialista.

A cidade passa por transformações de crescimento, mas não de desenvolvimento, pois este impõe a análise de certas variáveis que passam pela saúde, educação, geração de renda, qualidade de vida, entre outros. Muitos consideram o que está acontecendo na cidade como progresso. Mas, um governo que não respeita ou reconhece seu patrimônio cultural, seu funcionalismo concursado, as divergências de ideias, o direito dos idosos e dos portadores de deficiência física, o meio ambiente, enfim, o ser humano, não pode ter exercido um "novo modelo de administração" ou dizer que "viver aqui é bom demais" ou dizer que "transformou oportunidades em potencialidades".

2012 está chegando e será ano eleitoral. Conhecer para não (re)eleger!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Patrimônio Cultural Imaterial e Material

As vantagens do calçamento de pedras

Crescimento x Desenvolvimento