Solenidade de Entrega do 1° Prêmio Preservação Cultural

Conselho Municipal de Patrimônio Histórico realiza primeira edição do Prêmio Preservação Cultural

O Conselho Deliberativo Municipal de Patrimônio Histórico e Cultural de Araguari criado por decreto e autorizado pela Lei Municipal n.° 2.449 de 10 de abril de 1997, em conjunto com a Fundação Araguarina de Educação e Cultura, criou o Primeiro Prêmio “Preservação Cultural” do Município de Araguari, com a finalidade de reconhecer os relevantes serviços prestados à sociedade de Araguari, pelos diversos ícones vivos que de forma espontânea divulgam, preservam, resgatam, incentivam e produzem cultura local.

Em sessão ordinária realizada no Palácio dos Ferroviários, aconteceu a entrega dos troféus, selos e menções aos agraciados com a honraria que já nasceu como uma das mais importantes concedidas pelo Município de Araguari. O selo “Amiga da Cultura” foi concedido a empresas ou instituições que utilizam espaço de expressivo valor cultural de forma sustentável, além da “Menção”, registro de reconhecimento e valorização de pessoas que praticam, em seu próprio nome ou em nome de alguma empresa ou instituição, gestos espontâneos que divulgam, preservam, resgatam, incentivam e produzem cultura em nossa cidade.

A concepção das peças entregues como troféus, surgiu a partir da aprofundada pesquisa realizada constantemente pela Divisão de Patrimônio Histórico de Araguari sobre a identidade cultural da cidade, com o objetivo de se presentear os agentes preservadores da cultura araguarina como um elemento que a represente. Optou-se pelo uso de pregos que prendiam os trilhos nos dormentes, pois a experiência ferroviária vivida por nossa sociedade no final do século XIX e decorrer do século XX foi fundamental na construção deste ser araguarino. O troféu foi criado e produzido por Alexandre J. C. de Souza e Luiz Carlos Machado (Luizão).

Veja as fotos dos homenageados clicando aqui.
Fotos: Enivaldo Silva.

Leia na íntegra a apresentação do 1° Prêmio Preservação Cultural clicando aqui.

Comentários

  1. Alessandre,

    A família Erbetta está orgulhosa de ver nosso pai, Antônio Fernando Peron Erbetta, fazendo parte desta festa e recebendo esta homenagem.

    Acompanhamos a distinção e atenção que você e a equipe da FAEC / Patrimônio Histórico tem com ele.

    Agradecemos por tudo, pois isso tem um significado muito grande para ele que gosta muito de Araguari e para nós.

    Abraços,

    Julio Erbetta Neto

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários Moderados.
Só serão publicados após aprovação do editor do blog.
Não serão publicados comentários de Anônimos, fora do contexto da postagem ou que utilizam de linguagem inadequada.

Postagens mais visitadas deste blog

Patrimônio Cultural Imaterial e Material

As vantagens do calçamento de pedras

Crescimento x Desenvolvimento