Pesquisar este blog

terça-feira, 14 de junho de 2011

Canto Escuro

É desse jeito
Que conheço seus defeitos.
Suas caras e bocas
E atitude louca,
Me fez compor essas rimas
Para tornar em obra-prima
Essa canção,
Que toca os tímpanos
Cada tom no piano
E, nas vozes dos sopranos
Ouço essa história
Olhando suas fotografias
Marcadas pelo envelhecimento
Fugaz como os pensamentos
Que criam marcas
E o corpo encharca
Definhando na cachaça
Uma vida que fracassa
Num canto escuro
Seus sentimentos inseguros.

Alessandre Campos
03/10/2007

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários Moderados.
Só serão publicados após aprovação do editor do blog.
Não serão publicados comentários de Anônimos, fora do contexto da postagem ou que utilizam de linguagem inadequada.

Comentários

+ VISTAS nos 7 dias